Seguidores

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Amor



É como a infância...
feliz e desprovida.
Inerte, inercia
Como um pássaro,
Livre...

Descompromisso com o mundo
compromisso com riso.
Alegria de ver um amigo, risos
Sol, chuva, ventos, sorrisos.

Milton Passos

LUZ DO MEU AMOR

Enlouqueço,
quando me abraças
e com suas mãos ávidas,
fortes,
percorre cada pedacinho
do meu corpo.
Seu beijo,
leva-me a loucura.
Torna-se
a mais deliciosa tortura…
Entrego-me completamente.
O seu cheiro me embriaga…
O meu corpo,
estremece de prazer,
ao sentir seus lábios nele percorrer.
Nossos desejos,
ampliam a cada gesto sedutor.
Sem pensar, me entrego
a mais uma noite de amor.